Roberto Melo: “Esse era um jogo que trazia uma carga emocional muito forte e o mais importante era vencer”

Foto: Divulgação /RD Grenal
Paolo Guerrero
Nico Lopez
0

O Internacional venceu a Chapecoense por 1 a 0 neste domingo, em partida que foi válida pela 20ª rodada do Brasileirão.

Após o final da partida, o vice de futebol Roberto Melo falou em coletiva e deu os parabéns aos jogadores.

“Esse era um jogo que trazia uma carga emocional muito forte e o mais importante era vencer. Não foi fácil, não conseguimos fazer um grande jogo, mas nossos atletas se dedicaram muito. Merecemos a vitória”, disse.

Sobre a derrota para o Athletico-PR, Melo disse que todos no clube ficaram “chateados”.

“Todo mundo ficou muito chateado, pois era uma disputa que há muito tempo a gente não tinha, do lado do nosso torcedor e não conseguimos. Isso pesa muito, mas no futebol não há tempo para lamentação. Tem que reagir rápido”.

O dirigente ainda falou sobre o título do Brasileirão, lembrando que, para conquistá-lo, o Inter precisa vencer fora de casa.

“A gente precisa pontuar, vencer fora de casa. Se queremos brigar pelo título, precisamos buscar as vitórias fora de casa”.

Para finalizar, questionado sobre o árbitro de vídeo no confronto contra os catarinenses, analisou:

“O VAR tem sido usado de uma maneira que nos preocupa. O segundo gol anulado me aparece um absurdo. Se aquilo é falta, então o Guerrero sofre dois ou três pênaltis por jogo”.

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies