Caso conquiste a Copa do Brasil, Inter deve investir mais em contratações na próxima temporada

Foto: Eduardo Deconto
Paolo Guerrero
Nico Lopez
0

O Internacional está na final da Copa do Brasil. O primeiro jogo contra o Athletico-PR acontece nesta quarta-feira, às 21h30min, na Arena da Baixada.

Caso confrime o título da competição nacional, o Colorado poderá receber o aporte de R$ 52 milhões – valor da premiação da Copa do Brasil.

A partir daí, a direção deve confirmar o fechamento do ano no azul, sem déficit. Desta forma, os dirigentes do Inter poderiam, também, investir mais em contratações a partir de 2020.

O clube não vive um grande momento com relação às suas finanças. Isso muito por conta do rebaixamento inédito do ano de 2016 e a disputa da série B no ano seguinte.

Neste ano, pouco investiu em chegada de jogadores. A maioria deles veio sem custos, somente por salário. É o caso do volante Lindoso, que foi trocado por Alex Santana.

O lateral-direito Bruno também estava disponível no mercado, uma vez que tinha encerrado seu vínculo com o Bahia, onde atuou um ano antes.

Na metade da temporada da mesma forma. Sem dinheiro em caixa, o Inter contratou o lateral Natanael, que atuava na Bulgária, para ser a reposição a Iago – negociado com o futebol alemão.

A necessidade maior para 2020 é um substituto para Paolo Guerrero. O peruano, até aqui, não teve ninguém como sombra. Sobis, Pedro Lucas e Tréllez são alternativas.

Contudo, os próximos dias serão decisivos para o Colorado, que já está no Paraná para o primeiro jogo contra o Athletico-PR.

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies