Bruno Henrique brilha e Flamengo leva a melhor na primeira partida

Jogo de volta acontece na semana que vem, 28, no Beira-Rio

Foto: Ricardo Duarte / Internacional
Paolo Guerrero
Nico Lopez
0

O Inter foi ao Maracanã enfrentar o Flamengo. A partida valeu pela ida das quartas de final da Libertadores da América. Antes da partida, os mistérios nas escalações estavam por conta de Edenilson, pelo lado gaúcho e de Arrascaeta e Gabriel, pelo time carioca.

Os três jogaram. Odair mandou a campo: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick e D’Alessandro; Rafael Sobis e Paolo Guerrero.

O primeiro tempo foi mais pela imposição física do que qualquer outra coisa. O Inter se defendeu bem, impediu o Flamengo de criar grandes chances. Uma partida muito falada, com divididas e provocações. Lomba fez duas defesas essenciais em dois chutes de fora da área: um de Everton Ribeiro e outro de Bruno Henrique. No final da etapa, Gabigol chutou de perto, Moledo travou e Lomba impediu que ela entrasse.

No segundo tempo Odair tentou mudar a partida com Nico López, no lugar de D’Alessandro, e Wellington Silva, no lugar de Sobis. Contudo, em um contra ataque, Bruno Henrique aproveitou uma falha da defesa e abriu o placar. Em seguida, ele mesmo marcou o segundo, tirando de Lomba.

Aos 36 minutos, com a partida em 2 a 0, o árbitro foi à cabine do VAR para avaliar um toque de mão de Rodrigo Caio dentro da área. A autoridade do jogo, entretanto, não assinalou a penalidade. Aos 42, Odair colocou Parede no lugar de Edenilson, contudo, não adiantou de muita coisa e a partida terminou com vitória em 2 a 0 para o time carioca.

No dia 28 o Inter recebe o Flamengo, precisando fazer 2 a 0 para levar aos pênaltis. O rubro-negro joga por qualquer resultado menor que este para ir às semifinais.

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies