Jornalistas do país opinam sobre quem chega melhor na final da Copa do Brasil

Foto: Ricardo Duarte / Inter
Paolo Guerrero
Nico Lopez
0

O Internacional entra em campo diante do Athletico Paranaense na noite desta quarta-feira, em partida que será válida pela ida da final da Copa do Brasil.

Antes da bola rolar no primeiro confronto da decisão, os jornalistas do país responderam quem é o favorito ao título da competição nacional.

“É das finais mais imprevisíveis dos últimos tempos. São dois fantásticos mandantes. Vai depender do tamanho da vantagem que possa obter o Athletico no primeiro jogo. Cada um é favorito em sua casa. Tendência gigante de uma vitória para cada lado e decisão por penalidades. Por jogar a segunda em casa, apontaria um leve favoritismo ao Inter. Nas penalidades, o Athletico passa a ser o favorito. Beira-Rio vai pesar, Santos é frio, excelente goleiro, vimos isso contra o Grêmio”, afirmou Carlos Eduardo Lino, comentarista do SporTV, à GaúchaZH.

Para Fábio Sormani, comentarista do Fox Sports, o Inter chega com um “leve” favoritismo.

“Acho um equilíbrio muito grande. Acho que o Inter tem um pequeno favoritismo por decidir em casa. É muito forte (em casa), mostrou contra o Palmeiras, quando reverteu a vantagem. Contra o Cruzeiro, não tomou conhecimento e atropelou. Pelo fato de decidir em casa tem uma ligeira vantagem”, disse.

Gustavo Hofman, comentarista dos canais ESPN, afirmou que neste momento não existe favorito.

“Para mim não há favorito. Equilíbrio total entre os dois times. São duas das equipes mais organizadas do futebol brasileiro. Tanto no Inter, como no Athletico, não destaco individualidades. Lógico que há talentos dos dois lados, mas a força desses dois times está na coletividade. Além disso, duas equipes que têm o mando de campo ponto muito forte. Tanto o Furacão, como o Colorado, têm seus estádios como fortalezas. Talvez aí pese um pouco a favor do Inter, que é o desempenho como visitante do Athletico Paranaense, que é muito ruim. Mas insisto que o equilíbrio é total”.

O comentarista Bob Faria, da Globo de Minas Gerais, também opinou.

“Não há favorito. Cada um tem seus pontos fortes e costumam, ser imbatíveis em suas casas. Será decidido na margem de erro. No detalhe. O segundo jogo ser em Porto Alegre pode ajudar o Inter. Mas se não fizer um bom papel em Curitiba, de nada adiantará”.

Para finalizar, Mauro Beting, comentarista do Esporte Interativo/TNT, que afirmou que o Inter tem caído de produção, enquanto o Athletico Paranaense vem crescendo nos últimos meses.

“Muito equilíbrio. Vi o Inter até a Copa América superior ao Furacão, vejo o Inter caindo um pouquinho de produção e o Athletico crescendo. É absolutamente equilibrado, mas eu daria tipo 51% para o Inter e 49% para o Athletico. Gosto muito dos trabalhos dos dois treinadores, da maneira como jogam as equipes, mas vejo uma ligeira vantagem para o Inter. Acho que a final sendo em Porto Alegre é um pouquinho mais a vantagem do Inter”.

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies