Inter pode receber “recurso extra” no começo do próximo ano

Paolo Guerrero
0
Foto: Divulgação 



A direção do Inter entende que foi prejudicada por um contrato feito com o Esporte Interativo durante a gestão Vitório Píffero. Na ocasião, o ex-presidente do Inter acabou acertando com os canais o direito de transmissão de TV fechada dos anos de 2019 e 2020. 


A ideia a partir de agora é buscar uma compensação financeira, seja amigavelmente ou através da justiça. Os dirigentes têm a ideia de receber um recurso extra ainda no começo do próximo ano, o que poderia ajudar na busca por contratações, por exemplo. 


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Além do Inter, Santos, Bahia, Ceará e Coritiba também buscam a mesma solução. Todos querem que eu contrato com o canal de TV seja revisado. O Atlético Paranaense também busca a mesma questão, mas de forma independente. 


Somente de luvas, para fechar com o canal em 2016, a direção passada recebeu 13 milhões de reais. No entanto o canal acabou por ser encerrado e os dirigentes do grupo Turner Broadcasting informaram aos clubes que os jogos do Brasileirão seriam transmitidos pelos canais Space e TNT, que também fazem parte da Turner. 


Os canais, porém, não tem na sua grade de programação o esporte, o que acabaria diminuindo a visibilidade de parceiros comerciais dos clubes. Outra questão importante é que o Palmeiras, que também acabou fechando com o Esporte Interativo, recebeu um valor bem mais alto de luvas. 


Por um contrato válido por seis anos, o time paulista teria recebido cerca de 100 milhões de reais de luvas, o que contraria o acordo com os demais times da série A. A equipe gaúcha e os outros clubes notificaram extrajudicialmente a emissora dias atrás. 


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Em uma reunião que aconteceu ainda na semana passada, os dirigentes da Turner acabaram cedendo para evitar o imbróglio judicial que poderia inviabilizar a transmissão do Campeonato Brasileiro. O canal, assim, se comprometeu a fazer uma proposta para solucionar o impasse com os clubes até o próximo dia 15 de dezembro. 


A ideia dos dirigentes do Inter, por mais que não confirmem nos microfones, é que o clube receba mais um valor pelo acordo fechado ainda em 2016. Caso não se acertem, a ideia é ir até a justiça. 

Siga o Twitter oficial da Revista, fique bem informado e concorra a uma camisa oficial do Inter:

- Quer ficar informado sobre tudo o que acontece com o Internacional e seus adversários? Clique aqui, baixe o aplicativo da Revista Colorada e obtenha todas as informações na palma de sua mão!

- Quer ficar informado sobre tudo o que acontece com o Internacional e seus adversários? Clique aqui, baixe o aplicativo da Revista Colorada e obtenha todas as informações na palma de sua mão!
Comentários
Carregando comentários...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies