Revista Colorada
A Revista Colorada é um portal de notícias do Sport Clube Internacional, escrita de torcedor para torcedor. Um dos melhores sites de Informações, entrevistas, opiniões com muita exclusividade você encontra aqui.

As notas da partida: Tolima 0x0 Internacional

Guerrero
0

O Internacional empatou sem gols contra o Tolima, na partida de ida da terceira fase preliminar da Libertadores da América. O jogo aconteceu em Ibagué, na Colômbia, nessa quarta-feira (19).

Eduardo Coudet mandou a campo uma equipe que começou sem D’Alessandro, que entrou na segunda etapa. Foram ao jogo: Marcelo Lomba; Rodinei, Bruno Fuchs e Uendel; Damián Musto, Rodrigo Lindoso, Edenilson e Gabriel Boschilia; Marcos Guilherme (Andrés D’Alessandro) e Paolo Guerrero.

A colunista da Revista Colorada, Caroline Leivas Borges, deu as notas da partida:

MARCELO LOMBA – Pouco exigido, seguro quando chamado, fez ao menos uma defesa difícil . Nota 7;

RODINEI – Partida fraca do lateral, deixando o lado direito defensivo muito exposto e sem criar nada no ataque. Nota 5;

BRUNO FUCHS – iniciou o jogo inseguro e errando bastante, depois melhorou, fez um desarme providencial evitando o gol do Tolima. Nota 7;

VÍCTOR CUESTA – O melhor zagueiro colorado fez boa partida, em um primeiro tempo com o sistema defensivo vulnerável foi importante para que evitar o gol adversário. Nota 7;

UENDEL – Mais uma vez abaixo, burocrático, sem chegar a linha de fundo, fisicamente perdeu as disputas com os adversários e tecnicamente pobre. Nota 5;

DAMIÁN MUSTO – Partida comum, não conseguiu cumprir sua principal função que é garantir uma saída de bola qualificada da defesa. Nota 6;

RODRIGO LINDOSO – Apesar da qualidade ainda está perdido nessa função à frente de Musto, não consegue romper as linhas e dar a velocidade necessária. Nota 6;

EDENILSON – Correu e se movimentou bastante, mas faltou inspiração, não conseguiu a qualidade de passe e infiltrações de outros jogos. Nota 6;

MARCOS GUILHERME – Muita movimentação e velocidade, sofreu com a falta de criatividade ofensiva da equipe, arriscou chutes de fora da área perigosos. Nota 7;

GABRIEL BOSCHILIA – Do meio para frente foi o mais participativo, dos seus pés saíram a criação das poucas jogadas de ataque coloradas, arriscou de fora da área e quase marcou. Nota 8;

PAOLO GUERRERO – Apanhou muito, é verdade, mas sucumbiu à marcação, não conseguiu vitória pessoal ou vantagem em nenhum lance. Parece ainda lento nesse início de temporada, talvez tenha sentido o acúmulo de jogos. Tecnicamente esteve abaixo do grande jogador que é. Nota 6;

ADNRÉS D’ALESSANDRO – Entrou no lugar de Marcos Guilherme para botar a bola no chão e controlar o ritmo do jogo, sua experiência foi fundamental para que o Inter não sofresse pressão no final da partida, ainda fez boas jogadas de ataque. Nota 8.


- Quer ficar informado sobre tudo o que acontece com o Internacional e seus adversários? Clique aqui, baixe o aplicativo da Revista Colorada e obtenha todas as informações na palma de sua mão!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler políticas