BastidoresDestaques

A viagem de Vitorio Piffero que poderia ter evitado a queda do Inter à série B

Foto: Divulgação / RBS

Em 2016, após maus resultados no Campeonato Brasileiro, a direção do Inter comandada pelo presidente Vitorio Piffero demitiu Argel Fucks. O treinador havia sido contratado depois da saída de Diego Aguirre, em 2015.

Na época, o nome do técnico Abel Braga foi especulado. Segundo revelado ao blog por um mês ex-dirigente que prefere manter o seu nome em off, o treinador não aceitou o convite do Inter em um primeiro momento.

Porém, segundo ele, uma pessoa próxima ao treinador informou ao presidente Vitorio Piffero que, se ele fizesse o convite pessoalmente, no Rio de Janeiro, o treinador não iria dizer não ao clube gaúcho.

“Foi tentado o Abel, mas ele não quis assumir em meio a temporada. Uma pessoa ligada ao Abel nos disse que pessoalmente ele não conseguiria dizer não ao Piffero. Mas ele não quis ir até o RJ falar com o Abel”, revelou.

Um pouco depois, a direção confirmou a contratação de Paulo Roberto Falcão, que acabou permanecendo no clube por menos de um mês e foi demitido para que Celso Roth e a SWAT assumissem. Mesmo com as mudanças, o Inter acabou sendo rebaixado à série B.

- Quer ficar informado sobre tudo o que acontece com o Internacional e seus adversários? Clique aqui, baixe o aplicativo da Revista Colorada e obtenha todas as informações na palma de sua mão!
Etiquetas

Revista Colorada

Há 5 anos trabalhando com informações relevantes em prol do Sport Club Internacional.

Artigos relacionados

Loading...
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor leitor colorado, desativar seu Adblock. Nosso site não possui propagandas com vírus, temos um ambiente seguro.