Presidente do Bahia critica explicação da Comissão de Arbitragem da CBF sobre o gol de Rodrigo Lindoso: “Precária”

O Inter venceu o Bahia por 3 a 1 na noite da última quarta-feira

Foto: Reprodução / CBF
Paolo Guerrero
Nico Lopez
0

O Bahia segue não concordando com o gol do volante Rodrigo Lindoso na partida da última quarta-feira, quando o Inter venceu por 3 a 1.

Mesmo que Leonardo Gaciba, Chefe da Comissão de Arbitragem da CBF tenha afirmado que o gol foi legal, o time baiano não concorda.

Em entrevista para os canais Fox Sports, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, disse que avaliação feita pela entidade não foi correta.

“Sempre fui favorável ao VAR. Votei em 2018. Perdemos por 13 a 7 na época. Votamos desta vez em 2019 e felizmente foi implementado. O VAR está sob risco. As pessoas não estão preparadas para usar. A explicação da CBF é precária em termos técnicos. A imagem que o Gaciba usa não passaria em uma mínima análise técnica apurada de geometria. Ele usa linha paralelas, ele deveria usar ponto de fuga. Se essa é a tal linha magnética, visão em 3d, então eu vou parar de falar. É muito precário”, disse o presidente.

No lance, Zeca cruzou na área e Rafael Sobis escorou de cabeça para Rodrigo Lindoso, que, sozinho, empurrou para o fundo das redes. Em um primeiro momento as imagens da televisão da davam conta de que o jogador do Inter estava impedido.

O árbitro de vídeo, porém, validou como legal e o Inter saiu na frente no confronto contra o Bahia que foi válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies