Palmeiras 1×0 Internacional – 3 coisas que aprendemos

Odair, Uendel e Dourado são os assuntos de hoje

Foto: Ricardo Duarte / Inter
Paolo Guerrero
Nico Lopez
0

O Inter retornou a campo ontem depois da parada para a Copa América. O time de Odair Hellmann perdeu mais uma vez para o Palmeiras, por 1 a 0. Separei três destaques sobre o jogo de ontem.

1- É bom Odair ter convicções, mas elas não podem ser cegas

Eu entendo a utilização de Patrick como titular, por ser mais forte fisicamente e ser um marcador com bom contra-ataque. Contudo, a estratégia deu errado. Patrick foi anulado completamente a partir do momento em que o time alviverde deu a bola para o Inter. Patrick não é armador. Odair percebeu e, como raras vezes fez, substituiu no intervalo. Colocou D’Ale e tirou Nonato, que é menos marcador que Patrick.

É bom que ele tenha algumas convicções, como as pressões dentro de casa e uma defesa sólida fora. Contudo, elas não podem ser cegas. O Inter precisa aprender a atacar fora de casa também. Não é possível que o estádio adversário seja tão hostil que mude completamente o jeito de jogar de uma equipe que tem seu melhor futebol com a bola no pé, não o oposto.

2- Iago pode fazer falta, mas não vamos nos precipitar

Ontem ficou nítido como Uendel sentiu. Uma partida bem abaixo do que já jogou. É um ambiente ruim para ele, pois já foi rival quando jogava no Corinthians. É uma equipe com ótimos jogadores que atacam por ali. Jogou sozinho pelo lado esquerdo quase que o tempo todo, pois Nonato, Patrick e até mesmo Nico López, quando caiu por ali no segundo tempo, não se apresentavam com tanta frequência.

Iago faz falta? Sim. Era um grande jogador, não foi por acaso sua venda. Contudo, Uendel também joga muito bem. Não devemos nos precipitar. Foi apenas um jogo. Se ele seguir com atuações como a de ontem, defenderei a entrada de Natanael ou Erik. Por enquanto, vamos dar um tempo ao camisa 6.

3- Dourado ou Lindoso?

Durante a parada muito se falou sobre as atuações de Rodrigo Lindoso. Se tornou um grande trunfo ao Inter, com boas marcações e sendo um dos melhores passadores do Campeonato Brasileiro – além de ter marcado 2 gols durante sua titularidade. Dourado é o capitão, líder e esteve com nós no céu e no inferno, mas ele deveria voltar agora?

Ontem fez uma partida segura, muito bem defensivamente, como sempre, aliás. Entretanto, senti falta da profundidade que Lindoso dá ao time. Para mim, Dourado é titular. Contudo, se a falta de criatividade naquele primeiro passo do meio-campo continuar acontecendo, defenderei a volta do 19. Precisamos ser mais rápidos na ligação entre defesa e ataque. Nesse quesito, Lindoso me agrada mais. Aguardaremos.

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies