Confira o retrospecto do confronto entre Inter e Palmeiras na Copa do Brasil

Palmeiras leva vantagem sobre o colorado em Copas do Brasil

Paolo Guerrero
Nico Lopez
0

O Internacional enfrentará o Palmeiras nas quartas-de-final da Copa do Brasil de 2019. O colorado e o alviverde paulista já tiveram bons embates na Copa.

1992, semi-final

Em 1992, ano em que o Inter foi campeão, o Clube do Povo enfrentou o Palmeiras nas semi-finais. O colorado passou para a final, contra o Fluminense, eliminando os paulistas.

No primeiro jogo, em 27 de novembro, o Inter foi ao Palestra Itália e venceu o Palmeiras por 2 a 0. Os gols colorados foram marcados por Elson e Gérson. O colorado, treinado por Antônio Lopes, foi a campo com: Gato Fernández; Célio Lino, Célio Silva, Daniel e Ricardo; Marquinhos, Elson Roberto e Silas; Gérson (Simão) e Maurício (Nando).

No jogo de volta, em 8 de dezembro, o Inter garantiu a vaga vencendo por 2 a 1 no Beira-Rio. Os gols colorados foram de Gérson e Maurício. Dorival Júnior descontou para o Palmeiras. Antônio Lopes mandou a campo: Fernández; Célio Lino, Célio Silva, Pinga, Ricardo e Daniel; Elson Roberto, Caíco e Marquinhos (Norton); Maurício e Gérson.

2015, quartas-de-final

Os dois times voltaram a se encontrar novamente pela copa nacional em 2015, na mesma fase em que se enfrentarão esse ano. Na ocasião, deu Palmeiras. O colorado empatou o primeiro jogo por 1 a 1 no Beira-Rio, em 23 de setembro. O gol colorado foi marcado por Alex e o Palmeiras empatou com Rafael Marques. Argel Fucks mandou a campo: Alisson Becker; William, Paulão, Réver e Ernando (Artur); Nico Freitas, Rodrigo Dourado (Silva), Wellington Martins (Bruno Baio) e Alex; Vitinho.

No jogo da volta, em São Paulo, o Inter bem que tentou, mas o Palmeiras venceu por 3 a 2. Os gols palmeirenses foram de Vitor Hugo, Zé Roberto e Andrei Girotto. Anderson e Lisandro López marcaram para o time do Inter. Estavam em campo: Alisson Becker; William, Paulão, Réver e Ernando (Rafael Moura); Nico Freitas, Rodrigo Dourado (Taiberson), Valdívia, Anderson (Alisson Farias) e Alex; Lisandro López.

2017, oitavas-de-final

Em 17 de maio, dois anos depois, o Palmeiras eliminou novamente o colorado. No primeiro jogo, no Allianz Parque, o zagueiro do Inter, Léo Ortiz, fez contra e deu a vitória por 1 a 0 aos paulistas. Nesse jogo, Antônio Carlos Zago mandou a campo: Daniel; William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel (Iago); Rodrigo Dourado, Fabinho (Roberson), Felipe Gutiérrez, Andrés D’Alessandro e Marcelo Cirino; Nico López (Brenner).

Na volta, o Inter iria conseguir uma classificação histórica, mandando na partida com um treinador que, até então era suplente. Odair Hellmann tomou conta do time que venceu o Palmeiras por 2 a 1 no Beira-Rio. D’Ale abriu o placar, Nico López ampliou, mas a zaga colorada marcou outro gol contra, com Danilo Silva. Na soma, empate, mas o gol fora classificou o Palmeiras. Odair mandou a campo: Danilo Fernandes; William (Danilo Silva), Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, Felipe Gutiérrez (Brenner), Andrés D’Alessandro e Marcelo Cirino (Eduardo Sasha); Nico López.

2019, quartas-de-final

O Inter e o Palmeiras decidirão uma vaga para enfrentar Atlético Mineiro ou Cruzeiro na semi-final da Copa do Brasil. O primeiro jogo, em 10 de julho, será em São Paulo. Uma semana depois, no dia 17, o colorado receberá o Palmeiras no Gigante da Beira-Rio.

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies