Destaques

Com limite de 40 pessoas por delegação, confira o protocolo criado pela CBF para o retorno do futebol

O protocolo que está sendo criado pela CBF para o retorno do futebol é bastante rígido. O formato é inspirado na liga alemã e terá várias regras nos dias de jogos, segundo informa o portal Globo Esporte.

“O documento prevê credenciamento, em lista elaborada por médico de cada equipe, de no máximo 40 pessoas permitidas para o local de jogo – entre ônibus da delegação, uma van da rouparia e um veículo de passeio”,. escreveu o portal.

A matéria ainda informa que será de responsabilidade dos clubes conferir cada pessoa que chegar aos estádios onde as partidas serão disputadas.

“Com ênfase na condição olfativa e aferição de temperatura com termômetro de infravermelho”, como diz um trecho do documento divulgado pelo Globo Esporte.

A matéria do portal ainda informa que os clubes terão que cuidar dos vestiários, com funcionários, jogadores e comissão técnica usando máscaras, sempre visando ficar no menor tempo possível dentro dos locais. O tempo recomendado pela entidade será de 40 minutos.

Já sobre a arbitragem, a ideia é que todos os profissionais sejam testados, além da entidade ter como ideia o uso do árbitro de vídeo nas suas competições. Segundo divulga o Globo Esporte, a ferramenta foi aprovada pelo Conselho Técnico da Série A.

Outra proposta da CBF seria reduzir o número de testes antidoping por partida. Segundo a matéria, ao invés de dois testes em cada time por confronto, seriam realizados apenas um em cada clube. No começo do debate existia até a possibilidade do teste antidoping ser extinto por momento, o que acabou não se confirmando.

Sobre a questão de entrevistas, a ideia é diminuir o acesso de fotógrafos jornalistas e radialistas nos confrontos. Na Alemanha, por exemplo, os jogadores falam para um microfones pendurados em cabos de apoio de TV, sem a presença de um repórter dentro do gramado. Já as entrevistas coletivas são virtuais.

O protocolo também prevê que a comemoração dos gols a partir de agora seja diferente, com cuidados para evitar contágio após asseio do nariz, por exemplo. Outra ideia é que os jogadores entrem e deixem o gramado separadamente.

Já os gandulas e os maqueiros terão limite de 10 profissionais por confronto. Eles deverão higienizar as mãos com álcool gel e cobrir o rosto com máscaras nas partidas disputadas no país.

Etiquetas

Revista Colorada

Há 5 anos trabalhando com informações relevantes em prol do Sport Club Internacional.

Artigos relacionados

Loading...
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor leitor colorado, desativar seu Adblock. Nosso site não possui propagandas com vírus, temos um ambiente seguro.