Revista Colorada
A Revista Colorada é um portal de notícias do Sport Clube Internacional, escrita de torcedor para torcedor. Um dos melhores sites de Informações, entrevistas, opiniões com muita exclusividade você encontra aqui.

Athletico-PR 1×0 Internacional – 3 coisas que aprendemos

Pratas da casa, Tréllez e Wellington Silva são os destaques que separei

Guerrero
0

O Internacional foi com uma equipe alternativa para Curitiba, onde enfrentou o Athletico Paranaense. A partida valeu pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O colorado sofreu um gol no final da partida. Vitinho, de fora da área, abriu o magro placar, que garantiu a vitória do time da casa. Destaco 3 coisas que aprendemos com a partida de ontem.

1- Os laterais da casa podem dar conta do recado

Ontem Odair Hellmann colocou no time quatro atletas para estrear. Além do volante Zé Gabriel (da base colorada) e de Natanael (que veio da Europa), os dois laterais prata da casa fizeram suas estreias. Como titular, Heitor não decepcionou. Foi bem o atleta, mostrando-se uma boa opção para Odair. No lado esquerdo, Erik substituiu Natanael e também fez um bom trabalho nos poucos minutos que teve. Mostrou-se útil, principalmente, na cobertura de Rony. Boas notícias aos colorados.

2- Tréllez melhorou em comparação a si mesmo, mas ainda falta o faro de matador

Santiago Tréllez, que não jogava desde antes do início do Campeonato Brasileiro, voltou a atuar ontem. Fez um gol, bem anulado pela arbitragem e ainda teve outras duas chances claras de gol. Na primeira, chutou por cima. Na segunda, foi inteligente ao tirar a marcação e, no cruzamento de Lindoso, dividiu a bola com Santos e o goleiro levou a melhor.

Ele melhorou muito em comparação a si mesmo, mas ainda não é o suficiente para resolver os problemas da grande área ofensiva quando Guerrero está indisponível. Eu testaria Pedro Lucas na próxima oportunidade.

3- Wellington Silva mostrou que ainda pode render bons frutos ao Inter

O atacante colorado, conhecido por seus dribles e sua velocidade, estava arquivado. Na tarde de ontem recebeu uma nova oportunidade ao substituir Rafael Sobis. Jogou o segundo tempo muito bem, fazendo dribles, sofrendo faltas, criando jogadas.

A sua saúde sempre foi um problema, pois se lesiona facilmente. Também me parecia desfocado. Com a cabeça no jogo, Wellington Silva tem capacidade para brigar por titularidade (principalmente com essa má fase que vive Nico López – e mesmo na má fase, ainda joga muita bola). Mesmo que não esteja entre os 11 principais de Odair, Silva precisa ser sempre uma das três opções de segundo tempo para mudar o rumo de uma partida.


- Quer ficar informado sobre tudo o que acontece com o Internacional e seus adversários? Clique aqui, baixe o aplicativo da Revista Colorada e obtenha todas as informações na palma de sua mão!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler políticas