Presidente do CSKA garante permanência de ex-Inter na Rússia

O defensor vai seguir jogando no leste europeu

Foto: Inter/Divulgação

Mesmo com a nova determinação da FIFA que autoriza os jogadores que atuam na Ucrânia e na Rússia a suspenderem os seus contratos até junho de 2023, um ex-jogador do Inter vai seguir no leste europeu.

Trata-se do zagueiro Bruno Fuchs. A informação já havia sido passada pelo seu empresário à reportagem da Revista Colorada na terça-feira.

Agora, quem garante isso é o presidente do CSKA, Evgeny Giner. O mandatário confirmou que o defensor formado nas categorias de base do clube gaúcho vai seguir na Rússia.

Bruno Fuchs foi vendido ao CSKA em 2020 por 9,5 milhões de euros. O jogador retornou ao país recentemente depois de férias no Brasil.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais