Rafael Ramos é solto após pagar fiança; confira o que ele disse

Inter e Corinthians se enfrentaram no último sábado pelo Brasileirão

Foto: Reprodução

O Internacional empatou em 2 a 2 com o Corinthians no último sábado em jogo que foi válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro e que aconteceu em Porto Alegre.

No segundo tempo do confronto, o lateral-direito português Rafael Ramos, do time paulista, teria cometido injúria racial contra o volante Edenilson.

O jogador do Inter afirmou, aos 31 minutos da etapa final, que foi chamado de “macaco” pelo lateral do Corinthians. Por conta disso, Edenilson registrou boletim de ocorrência após o jogo, mesmo que os dois jogadores tenham conversado no vestiário.

O atleta português acabou sendo preso pela Polícia Civil e precisou pagar fiança de 10 mil reais para ser liberado do estádio Colorado.

“Estou de cabeça e consciência limpas. Fui ter com ele e tivemos uma conversa tranquila. Expliquei a verdade do que tinha dito. Ele ainda mostrou um pouco de receio de passar por mentiroso, expliquei que apenas entendeu a palavra errada “, afirmou ele à imprensa na saída.

Contratado em Porto Alegre para auxiliar o jogador do Corinthians, o advogado Fabiano Cerveira fez um rápido pronunciamento, mas não conversou com a imprensa.

“Não há nenhuma conduta criminosa. Aqui tanto o clube quanto o atleta estão tranquilos quanto aos esclarecimentos prestados”, afirmou ele.

Rafael Ramos vai responder em liberdade e poderá integrar a delegação do Corinthians que viaja para Argentina visando enfrentar o Boca Juniors na terça-feira pela Libertadores.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais