Perícia contratada por Rafael Ramos diz que o jogador não cometeu injuria racial contra Edenilson

O jogador do Inter acusa o lateral-direito português de racismo

Foto: Ricardo Rimoli / Lancepress!

Através do escritório Bialski Advogados Associados, o lateral-direito Rafael Ramos solicitou leitura labial das suas falas no jogo entre Inter e Corinthians no último sábado, pelo Brasileirão.

O volante Edenilson acusou o lateral português de racismo. Segundo ele, o atleta do Corinthians teria dito a palavra“macaco”. A conclusão dos peritos Anderson Marcondes Santana Júnior, Daniela Cristina Silva Lima Ramos Guidugli e Giovana Giroto, do Centro de Perícias de Curitiba, não confirma a injúria racial. A informação é do portal “Meu Timão”.

O vídeo, de 28 segundos, foi analisado pelos peritos por dois dias, segundo a matéria do Meu Timão. O portal teve acesso ao laudo.

Confria:

1. 00:00:03.243 a 00:00:03.623 – Rafael Ramos: “Eiii…”
2.00:00:07.263 a 00:00:08.503 – Rafael Ramos: “Cê tá loco?!”
3.00:00:07.463 a 00:00:07.503 – Edenílson: “maluco!”
4.00:00:09.503 a 00:00:10.623 – Rafael Ramos: “Pô, caral**!”

O laudo do Centro de Perícias de Curitiba diz que “a transcrição acima conclui que a fala questionada se trata da expressão ‘Pô, caral**’ e não há menção da palavra ‘macaco’, como supostamente foi alegado, no trecho da discussão do vídeo analisado”, segundo teve acesso o Meu Timão.

Confira a informação completa acessando o site do Meu Timão:


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais