Após caso de racismo envolvendo Edenilson, Corinthians encerra negociações o com Inter por Bruno Méndez

A informação foi trazida pelo jornalista Jorge Nicola

Foto Ricardo Duarte/Internacional

O jornalista Jorge Nicola trouxe uma informação importante no começo da tarde desta quinta-feira, dia 19. Segundo ele, a direção do Corinthians colocou um ponto final nas tratativas com o Inter para que o zagueiro Bruno Méndez permanecesse em Porto Alegre em definitivo.

Segundo ele, a acusação de Edenílson ao lateral-direito Rafael Ramos de racismo distanciou as direções dos clubes. Por isso, ainda segundo o jornalista, o time paulista a partir de agora só aceita vender Bruno Méndez pelo valor estabelecido em contrato, de 6 milhões de dólares.

“Não há mais negociação entre Corinthians e Inter. O Corinthians conta com o retorno do Bruno Mendez e só aceitará negociá-lo pelos valor estabelecido no contrato de empréstimo, que é de US$ 6 milhões por 50% dos direitos”, afirmou ao jornalista uma pessoa envolvida na negociação.

Além da questão envolvendo Edenilson, Jorge Nicola informa, ainda, que o modo como a direção colorada se comportou nas tratativas para comprar o zagueiro por um valor abaixo do estabelecido no contrato de empréstimo incomodou os dirigentes do Corinthians.

Recentemente a imprensa paulista havia afirmado que o Colorado estava próximo de fechar a compra do zagueiro uruguaio por cerca de 3 milhões de euros, adquirindo 35% dos seus direitos.

O defensor já entrou em campo com a camisa do Inter em quatro oportunidades no Brasileirão. Existe um acordo entre as direções que, se ele não for adquirido, não atingirá sete jogos na competição nacional para poder jogar pelo Corinthians após ser devolvido. O jornalista informa que o técnico português Vítor Pereira já solicitou o retorno de Bruno Méndez.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais