Procurado pelo Inter recentemente, Bruno Gomes entra na Justiça e pede rescisão de contrato com o Vasco

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Volante que interessa ao Inter, Bruno Gomes decidiu processar o Vasco da Gama. O jogador entrou com ação judicial na última sexta-feira e pediu a rescisão de contrato com o time do Rio de Janeiro. O atleta também cobra do Vasco um pouco mais de 2 milhões de reais referente a direito de imagem.

O jogador vem treinando em separado desde o começo da temporada. Inclusive negociou uma vinda ao Inter ainda no final de 2021, mas a negociação acabou não avançando.

Nesta quarta-feira, a juíza que cuida do caso deu 48 horas para o Vasco da Gama se manifestar oficialmente sobre o processo e o pedido de rescisão de contrato. Ainda não existe uma sentença sobre o caso.

Os advogados de Bruno Gomes alegam que o jogador não recebeu nenhum mês de FGTS desde que renovou seu contrato com o clube carioca. O novo vínculo foi assinado em julho de 2020. Esse é o principal argumento usado pelos defensores visando encerrar o contrato do meio-campista com o Vasco da Gama.

“A defesa de Bruno Gomes alega que o seu cliente não recebeu nenhum mês de FGTS desde que renovou o contrato, o que ocorreu em 20 de julho de 2020. Esse é o principal argumento para encerrar o vínculo. Segundo relatado, estão em aberto ainda salários, 13º e férias. Há pedido ainda de pagamento da cláusula compensatória prevista no contrato”, explica o portal Globo Esporte.

O interesse do Inter em Bruno Gomes foi revelado à reportagem da Revista no final de 2021 pelo seu representante, Felipe Russo. Em caso de rescisão com o Vasco, o Colorado pode voltar a carga e tentar a sua contratação novamente.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais