Reuniões no Uruguai e intensificação no planejamento: os primeiros dias de Medina no Inter

Foto: Divulgação

O Inter anunciou Alexander “Cacique” Medina na última segunda-feira. O técnico uruguaio ainda não está em Porto Alegre, mas já tem reuniões constantes para o planejamento do clube para a temporada de 2022, mesmo estando em seu país natal.

A comitiva do Inter foi para o Uruguai. Alessandro Barcellos já estava com Cacique Medina e o diretor executivo, Paulo Bracks, se juntou a eles na terça-feira. Com o contrato de um ano com possibilidade de renovação para dois assinado, o treinador teve acesso completo à “caixa preta” do clube.

Os contratos dos atuais jogadores do Inter e as informações recolhidas sobre os alvos no mercado de transferências foram expostos a Cacique Medina. O uruguaio também começou a ponderar possíveis nomes para o clube, dentro de suas preferências. Tudo já começou a ser feito na segunda-feira. Paulo Bracks anunciou a ida ao Uruguai e o trabalho é de intensificação para a montagem do plantel para 2022.

O Inter já identificou as posições carentes no elenco: lateral-direito, volante, extremas e mais uma peça de ataque para se juntar a Yuri Alberto, Nicolas e Matheus Cadorini. Alguns nomes já foram descobertos. Um deles é do atacante Wesley Moraes, cujo estafe confirmou o interesse colorado.

Também são avaliados nomes do plantel colorado para saídas. O Inter espera montar “uma fotografia diferente” no elenco, conforme prometeu Paulo Bracks na última segunda-feira.

A comissão técnica de Cacique Medina conta com seis nomes. O clube também planeja compor com um auxiliar técnico permanente, após a saída de Osmar Loss. A reapresentação do elenco para a temporada de 2022 acontece no dia 11 de janeiro.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais