No Talleres, Guilherme Parede elogia trabalho de Alexander Medina: “Quem não correr, ficará para trás”

Foto: Talleres

O Inter anunciou Alexander “Cacique” Medina na última segunda-feira. O uruguaio fez trabalhos que receberam elogios na Argentina e no Uruguai. Depois de treinar o Nacional e o Talleres, o treinador comandará o Colorado.

Enquanto esteve na Argentina, o treinador treinou o Talleres. No time de Córdoba, trabalhou com o brasileiro Guilherme Parede, que jogou no Inter em 2019. Em entrevista ao GE, o atacante destacou o trabalho do Cacique.

“Fiquei dois anos com ele. É um baita treinador. Tirou o melhor de mim. É exigente, intenso e gosta de treinar bastante. Muito inteligente. É um cara que é amigo dos atletas, totalmente do bem. Está sempre muito atualizado. O Medina gosta de jogador intenso, que corra bastante. Futebol é número. Em dois anos, levou à Sul-Americana e agora à Libertadores. Ficamos em terceiro no Campeonato Argentino. Os números dizem tudo. É um baita treinador. Ele fará um baita trabalho aí no Inter”, disse Parede.

O jogador diz ter evoluído com o Uruguaio e atuado em mais de uma posição no sistema ofensivo.

“Ele pedia para eu me doar ainda mais. O Medina me colocou em outras posições. Ele faz o pessoal da frente rodar e jogar em outras posições. Joguei de extrema, mas fui de 9 na Bombonera. Ele gosta de experiência e tirar você da zona de conforto. O Medina gosta de quem corre. Quem não correr, ficará para trás. Com ele não tem essa”, concluiu.

Cacique Medina assinou com o Inter até o final de 2022, com a possibilidade de renovação automática por mais um se classificar o time à Libertadores de 2023.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais