Nacional acusa clube de Ramírez de roubar zagueiro que esteve na mira do Inter

FOTO: Archivo El País.
0

Recentemente, o Charlotte FC, comandado por Miguel Ángel Ramírez, contratou o zagueiro Guzmán Corujo, que estava no Nacional, do Uruguai. A negociação, no entanto, não foi bem vista pelo time uruguaio, que se manifestou publicamente anunciando corte de relações com o empresário Ariel Krasouski.

O Nacional também atacou o pré-contrato assinado pelo defensor, que esteve na mira do Colorado por pedido do técnico espanhol, mas que acabou não sendo contratado por conta dos valores pedidos pelo clube uruguaio.

“Os atos graves cometidos por ocasião da celebração de pré-contrato profissional do jogador GUZMAN CORUJO com instituição esportiva, de forma oculta e não transparente, e violando os acordos em processo que haviam sido firmados entre as partes, a fazer uma transferência do jogador em condições benéficas para jogador e clube”, diz um trecho da nota divulgada pelo Nacional.

Corujo havia assinado um pré-acordo com o time comandado por Ramírez, mas, após, rompeu o contrato e o jogador foi anunciado pelo Charlotte sem que o Nacional tenha recebido qualquer quantia.

O defensor assinou o acordo quando estava de férias na Espanha. Após, o clube do Uruguai decidiu pela não utilização do defensor. Após reunião entre as partes, ficou acertado que o Nacional não terá que pagá-lo até o final do ano, como estava previsto no seu contrato.

- Receba as notícias do Inter em primeira mão no seu celular, baixe nosso aplicativo!
Comentários
Loading...
Colabore com o jornalismo independente:
e3ff5de2-730e-45e7-a9ef-41802cfe4b27
Pix (Chave aleatória)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais