Anunciado como vice de futebol de Aquino, Siegmann fala sobre reunião com Tinga: “Queremos para ser o elo entre base e o profissional”

Nesta segunda-feira, o movimento Reage Inter, do candidato à presidência José Aquino, anunciou, em coletiva, o seu vice de futebol, que será Roberto Siegmann.

“Essa tarefa não é fácil, mas eu me sinto preparado para ela. Conheço o Internacional. Passei por muitos cargos no Inter durante 12 anos. Nós estivemos lá quando o Inter foi Campeão do Mundo”, lembrou Siegmann na sua apresentação.

Depois, ele falou sobre a reunião que teve com Paulo César Tinga nesta segunda-feira. O ex-jogador confirmou à Revista que esteve com José Aquino.

“Sempre vi o Tinga como um colorado-raiz. Queremos o Tinga para ser o elo entre base, profissional vice de futebol e Conselho de Gestão. Tomara que essa conversa com ele evolua”, afirmou o candidato à vice de futebol do Colorado.

Siegmann ainda criticou a gestão, lembrando dos 55 jogadores que foram contratados pelo Inter nos últimos anos.

“Contratamos 55 jogadores nessa gestão. Nove deram certo. Isso credencia o trabalho científico que está sendo feito no Inter? Eu acho que não”.

“Não vamos falar em nomes (de técnicos), precisamos respeitar quem está trabalhando. O treinador do Inter não pode ser um ET. Precisa se integrar a um projeto que inicia no primeiro dia da gestão”, seguiu ele, antes de falar sobre Abel Braga.

“Temos de ter cuidado para não interferir o que está lá. Temos de respeitar o Abel (sobre assumir a gestão em 1/1). Ficamos refém. No momento em que disputávamos com muita qualidade ficamos sem técnico. Alguém é responsável por isso”.

As eleições para a presidência do Inter (entre Alessandro Barcellos e José Aquino) ocorrem no dia 15 de dezembro.

- Receba as notícias do Inter em primeira mão no seu celular, baixe nosso aplicativo!
Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais