Presidente da FGF fala sobre possibilidade do Gre-Nal não acontecer em Porto Alegre

Foto: Divulgação / Inter

A FGF ainda não cogita que o clássico Gre-Nal do retorno do Gauchão aconteça em outra cidade. A liberação do jogo de volta do estadual ainda depende da Prefeitura de Porto Alegre. Uma reunião nesta tarde irá definir a situação.

“Na verdade, toda e qualquer marcação de jogo em uma cidade do Rio Grande do Sul dependerá do aval do prefeito. O governador autorizou a realização dos jogos, dos treinamentos, e nós estamos desde a semana passada alinhando com algumas prefeituras. Algumas estavam esperando o decreto do Estado, que foi publicado ontem (terça-feira). Então, se eu disser que o Gre-Nal será em Porto Alegre ou em outra cidade, será precipitado, porque preciso aguardar a decisão dos prefeitos”, afirmou Luciano Hocsman, em entrevista à Rádio Gaúcha nesta manhã.

O presidente da FGF ainda falou sobre a não utilização no clássico Gre-Nal do árbitro de vídeo. Isso por conta da entidade não ter um protocolo de segurança para que a tecnologia fosse utilizada neste confronto.

“A Dupla havia pedido, mas especificamente, para o próximo Gre-Nal, nao vai ter condições de termos o VAR. Os clubes já foram informados”, completou Luciano Hocsman.

A ideia, porém, é que o VAR seja utilizado na final da competição, caso o Caxias não vença, também, o segundo turno.

- Receba as notícias do Inter em primeira mão no seu celular, baixe nosso aplicativo!
Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais