Piffero não quis contratar Riquelme em 2007

0

Em 2007, depois de ser destaque com a camisa do Boca Juniors diante do Grêmio, na final da Libertadores, o meio-campista Riquelme foi oferecido ao Internacional por empréstimo.

Porém, o clube gaúcho optou por não fazer o investimento. O meia pertencia ao Villarreal, que, através de empresários, o ofereceu a direção comandada por Vitorio Piffero.

O valor para empréstimo de um ano assustou o mandatário do Inter. Para repassá-lo, o clube espanhol pedia cerca de 2 milhões de dólares, segundo revelado à reportagem por um dirigente da época.

O valor de Riquelme na época era de 15 milhões de dólares. Este montante foi pago pelo clube argentino logo depois, para permanecer com o atleta em definitivo. Porém, a negociação foi fechada somente após muita conversa entre as partes.

“Após uma longa novela, o Boca Juniors anunciou oficialmente a contratação do meia Juan Román Riquelme, que rescindiu contrato com o Villarreal da Espanha”, escreveu em matéria o jornal ‘OGLOBO’ da época.

“Riquelme, que acertou com os argentinos até 2010, foi apresentado em entrevista coletiva pelo primeiro vice-presidente do Boca, Pedro Pompilio”, completou a reportagem.

Foi em meio a estas conversas que o nome do meia foi repassado ao clube gaúcho, mas a negociação não avançou pelos valores. Riquelme teve grande destaque na final da Libertadores contra o Grêmio, marcando três gols nos dois jogos.

- Receba as notícias do Inter em primeira mão no seu celular, baixe nosso aplicativo!
Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais