Presidente do Bahia critica explicação da Comissão de Arbitragem da CBF sobre o gol de Rodrigo Lindoso: “Precária”

O Inter venceu o Bahia por 3 a 1 na noite da última quarta-feira

O Bahia segue não concordando com o gol do volante Rodrigo Lindoso na partida da última quarta-feira, quando o Inter venceu por 3 a 1.

Mesmo que Leonardo Gaciba, Chefe da Comissão de Arbitragem da CBF tenha afirmado que o gol foi legal, o time baiano não concorda.

Em entrevista para os canais Fox Sports, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, disse que avaliação feita pela entidade não foi correta.

“Sempre fui favorável ao VAR. Votei em 2018. Perdemos por 13 a 7 na época. Votamos desta vez em 2019 e felizmente foi implementado. O VAR está sob risco. As pessoas não estão preparadas para usar. A explicação da CBF é precária em termos técnicos. A imagem que o Gaciba usa não passaria em uma mínima análise técnica apurada de geometria. Ele usa linha paralelas, ele deveria usar ponto de fuga. Se essa é a tal linha magnética, visão em 3d, então eu vou parar de falar. É muito precário”, disse o presidente.

No lance, Zeca cruzou na área e Rafael Sobis escorou de cabeça para Rodrigo Lindoso, que, sozinho, empurrou para o fundo das redes. Em um primeiro momento as imagens da televisão da davam conta de que o jogador do Inter estava impedido.

O árbitro de vídeo, porém, validou como legal e o Inter saiu na frente no confronto contra o Bahia que foi válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais