A mudança da FIFA que afetará o Inter

A partir do dia primeiro de junho, uma nova lei de transferências da FIFA terá impacto nos clubes do futebol brasileiro e mundial

A partir do dia primeiro de junho, uma nova lei de transferências da FIFA terá impacto nos clubes do futebol brasileiro e mundial. Isso porque a partir de agora os jogadores poderão voltar a ser donos dos seus direitos econômicos.

Desta forma, terão poder maior de decisão quanto ao seu futuro, podendo interferir em negociações e renovações de contrato.

“Entre empresários e dirigentes de futebol, esta já é considerada uma nova realidade nas tratativas. A alteração afeta não só a dupla Gre-Nal, mas todos os outros times”, escreve o colunista Eduardo Gabardo nesta terça-feira.

“Especialmente aqueles que estão em situação de dificuldade financeira. Com poucos recursos para pagar bons contratos, a tendência é de que os clubes fiquem fragilizados nesta relação, até porque os empresários dos atletas poderão exigir um percentual alto para acertar um novo vínculo”, completa o jornalista na sua coluna.

Desta forma, o clube terá que negociar com o próprio jogador quando não tiver condições de pagar um salário exigido, podendo, quem sabe, abrir mão de um percentual dos seus direitos econômicos para uma futura venda, visando fechar a negociação.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais