Vice de Administração e Finanças diz que Inter ainda sofre consequências da gestão passada

O dirigente falou ao GauchaZH sobre as finanças do clube

O Internacional segue de olho em contratações para o restante do ano. Porém, sem dinheiro em caixa, pretende contar com o aporte de Delcir Sonda ou então com a venda de um jogador para confirmar chegadas como a de Aránguiz, que é sonho para o restante da temporada.

Às dificuldades financeiras do clube foram explicadas pelo vice-presidente de Administração e Finanças do Colorado, Alessandro Barcellos, em contato com o colega Filipe Gamba, do GaúchaZH.

“Existem consequências da gestão passada? Existem. Mas muitas delas já conseguimos ajustar. A gente viveu momentos onde foram feitos negócios sem nenhuma preocupação financeira, o passivo ficou, e nós ainda sofremos com isso. Foram contratados atletas caríssimos, com retorno baixo para o clube”, explicou ele.

Mesmo que tenha conseguido baixar o déficit de R$ 53 milhões para R$ 9 milhões, o clube ainda encontra algumas dificuldades em relação às finanças, mas mantém o salário dos seus jogadores em dia.

“Problema com atraso de salários não existe. Hoje, conseguimos cumprir todos os nossos compromissos e sabemos que salário em dia sempre é um atrativo para o jogador”, completou Barcellos.

O Porto, de Portugal, tem interesse na contratação do lateral-esquerdo Iago e, o vendendo, o Inter poderia utilizar o valor para buscar reforços.

“Depende da forma como a gente vai fazer o negócio. Já fizemos negócios interessantes que não pesaram no caixa do clube. Neste aspecto, é importante que o departamento de futebol conheça a realidade do clube. A responsabilidade financeira é um dos pilares da nossa gestão. Precisamos ter criatividade e responsabilidade”, finalizou o vice de finanças do clube gaúcho.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais