Paolo Guerrero reclama de zagueiro do Grêmio e dispara contra a FGF: “Muita coisa errada”

Foto: Divulgação / Inter 

O centroavante Paolo Guerrero reclamou da marcação do zagueiro Walter kannemann, do Grêmio, nas duas partidas da final do Campeonato Gaúcho.

Ao final do primeiro tempo do jogo da última quarta-feira, que decretou o rival como campeão estadual, o centroavante peruano concedeu entrevista e disparou:

“Não é pegado, é muito injusto. É pegado quando a gente se agarra, vai na bola. Mas ele não quer jogar na bola, ele só quer agarrar o jogador. Eu falei para ele (árbitro): olha o Kannemann, ele só quer agarrar, não vai na bola. Se tem contato, nos empurramos, tudo bem. 

Na primeira bola ele me deu uma cotovelada. É expulsão, é agressão, ele deu amarelo. E depois na jogada que ele (árbitro) me deu amarelo, ele (Kannemann) me pisa. Então eu o empurro porque ele está me pisando, e eu ganho cartão amarelo. Então, o que é isso? Não existe. Não existe. 

Ninguém fala nada, os gremistas fazem o que querem e ninguém fala nada. No primeiro jogo o juiz deu tudo para eles e nada para nós. Tem muita coisa para mudar. Eu pensei que o Campeonato Gaúcho era para os dois, era do mesmo jeito, mas existe aqui alguma coisa errada”, afirmou. 

Após dois empates em 0 a 0, a decisão do confronto foi para as penalidades, com o Grêmio levando a melhor. O próximo compromisso do colorado é diante do Alianza Lima, no Peru, no dia 24 de abril.

A partida será válida pela quinta rodada da fase de grupo da Libertadores da América. Com três vitórias e um empate, o time de Odair Hellmann aparece na liderança do grupo A, com dez pontos conquistados.

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais