Publicidade

Mesmo suspenso, Técnico do River Plate se envolve em nova confusão

Foto: Divulgação 

O técnico Marcelo Gallardo se envolveu em nova confusão na primeira partida da Libertadores da América de 2019. O treinador está suspenso por quatro partidas pela Conmebol devido aos fatos ocorridos na partida diante do Grêmio, em 2018. 

Na noite da última quarta-feira, na partida diante do Alianza Lima, no Peru, Marcelo Gallardo assistiu ao confronto em um dos camarotes do Estádio Nacional do Peru. Junto ao técnico estavam um segurança, o analista de desempenho, Nahuel Hidalgo, e o gerente de futebol, Mariano Barnao. 

Na segunda etapa, quando o River Plate perdia por 1 a 0, a transmissão da TV mostrou o segurança passando o rádio comunicador para o analista de desempenho, que cobriu a boca para passar uma mensagem. 

Logo depois, o auxiliar técnico da equipe, Matías Biscay, que ficou no lugar de Gallardo, providenciou duas trocas, tirando da partida Lucas Pratto e Quintero. Da mesma forma que em 2018, o técnico do River Plate acabou desrespeitando a sua punição. 

Isso porque o artigo 76.1 da competição afirma que, em caso de suspensão, o técnico "não pode ingressar no vestiário, túnel, banco ou área técnica, antes ou durante a partida, nem poderá, através de equipamento, se comunicar com sua equipe". 

Assim, mesmo que ele não tenha pegado o rádio comunicador na mão, a presença do aparelho no camarote onde Gallardo estava serve como elemento para uma nova polêmica.
Mesmo suspenso, Técnico do River Plate se envolve em nova confusão Mesmo suspenso, Técnico do River Plate se envolve em nova confusão Reviewed by Revista on março 07, 2019 Rating: 5
Comentários
0 Comentários