Após empate, Odair Hellmann fala em seguir trabalhando por evolução e diz não sentir pressão: “Me sinto respaldado”

Foto: Divulgação 



O Internacional empatou com o Veranópolis em 1 a 1 nesta quarta-feira, em partida válida pela quarta rodada do Gauchão. 


Após o confronto, o técnico Odair Hellmann falou em coletiva e lamentou mais uma partida sem vitória no estadual. 


O treinador começou confirmando que Sobis era o batedor, caso acontecesse uma penalidade – o atacante errou a cobrança. 


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

“Estava definido que o D’Alessandro iria bater o pênalti. Não estando ele, o Sóbis iria cobrar. Já era o batedor no domingo, contra o São José”.


Depois, sobre o jogo, disse que a ideia é seguir com a convicção de trabalho. 


“Nós não podemos aceitar dois empates e uma derrota. Não é a normalidade do Inter. Nós vamos evoluir para buscar esse encaixe de equipe”, afirmou. 


“Nós precisamos do resultado e iremos em busca dele, mas com convicção no trabalho”, completou. 


Questionado sobre estar pressionado no cargo, Odair afirmou: 


“Não me sinto pressionado, me sinto respaldado, mas não encaro com normalidade essa situação. Nós sabemos que é preciso dar resposta. Nós temos uma indignação aqui dentro, e uma indignação muito forte com esse momento”.


Sobre o aproveitamento da base, o treinador disse que a ideia é seguir dando oportunidades. 


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

“Nós vamos oportunizar sempre que puder, sem olhar para idade ou nome”.


Segundo Odair, o time, a partir de agora, será sempre com a base de equipe desta quarta-feira, com exceções por lesão ou cartões. 


“A partir desse jogo, a base de time tem sequência. As mudanças acontecerão por situações de lesão e necessidade”.


Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceitar Ler mais