Publicidade!

Víctor Cuesta elogia Kannemann e diz que não pensou duas vezes antes de acertar com o Inter em 2017: “Muito feliz de poder fazer parte do projeto”

Foto: Divulgação / Inter 

O zagueiro Victor Cuesta concedeu entrevista para o portal Globo Esporte e falou sobre o grande momento vivido com a camisa do Inter. Hoje, ao lado de Rodrigo Moledo, o jogador forma uma das melhores duplas de zagueiros do Campeonato Brasileiro, sendo muito importante para que o Inter atualmente se encontre no quarto lugar da competição nacional. 

O defensor foi contratado pelo Inter no começo de 2017 para ser uma das principais peças da equipe que iria disputar a série B ineditamente. Treze meses depois, se consolida como um dos principais jogadores colorados no ano. 

O jogador começou explicando sobre o porquê as coisas estão dando certo para ele em um momento muito bom da equipe, que não está invicta no Brasileirão há oito partidas. 


"Sem dúvida nenhuma, é meu melhor momento no clube. Eu tive uma fase boa no ano passado, mas agora acho que é muito melhor. O time encaixou. Isso é muito importante para o grupo todo se destacar. Está melhorando. Falta muito. Ainda não conseguimos nada, mas estamos no caminho certo", respondeu. 


Também falou sobre a grande fase vivida. Segundo sites de estatísticas, Víctor Cuesta é hoje o principal zagueiro em atividade no futebol nacional. 

"São estatísticas, mas eu sei quando eu vou bem ou quando não consigo fazer as coisas que eu quero. Eu sou muito autocrítico. Então, quero continuar trabalhando, seguir na mesma fase, que é muito boa. As coisas estão acontecendo do jeito que eu quero". 

Cuesta comentou a parceria com Rodrigo Moledo na zaga colorada, afirmando que existe espaço para que o sistema defensivo encaixe ainda mais. 

"Eu acho que jogo a jogo vamos entrosando mais. Estamos melhorando muito. É importante para dar confiança para o resto do time, para que os atacantes possam ter tranquilidade para definir o jogo. Tratar de não levar gol para que, em algum momento, a gente possa converter e ganhar". 

O defensor também lembrou que, quando recebeu a proposta do Inter em 2017, sabia da situação da equipe Gaúcha. No entanto, não pensou duas vezes antes de responder positivamente. 

"Quando chegou a proposta, eu sabia a situação do clube. Eu aceitei. Estava muito feliz de poder ser parte desse projeto. Eu assumi". 

O argentino comentou a força do grupo colorado, lembrando que nunca foi cogitado no vestiário colorado que a equipe brigaria para não cair a série B. 


"A gente nunca pensou nisso. Tem gente que fala e pode falar o que quiser, cada um tem sua opinião. Nosso grupo é muito forte. Obviamente que tem que jogar os jogos, não tem jogo definido. Estamos trabalhando para dar o melhor e para que o clube possa ser o que já foi um tempo atrás". 


Para finalizar, elogiou o zagueiro do rival, Kannemann, que também é argentino. Cuesta disse se tratar de um "baita jogador". 

“Fora de campo, eu não cruzei nunca ele. Mas dentro de campo, sempre depois que o jogo acaba, falamos um pouquinho. Temos boa relação. Existe essa comparação, mas eu deixo para vocês, para o torcedor. Faz parte. Sem dúvida nenhuma, ele é muito bom zagueiro. Um baita zagueiro. Está jogando bem os dois anos. É mérito pelo trabalho que ele está fazendo”.
Víctor Cuesta elogia Kannemann e diz que não pensou duas vezes antes de acertar com o Inter em 2017: “Muito feliz de poder fazer parte do projeto” Víctor Cuesta elogia Kannemann e diz que não pensou duas vezes antes de acertar com o Inter em 2017: “Muito feliz de poder fazer parte do projeto” Reviewed by Revista on junho 16, 2018 Rating: 5
Comentários
0 Comentários