Publicidade!

Conselheiro do Inter é chamado para depor no caso D’Alessandro

Na semana passada, o meia D’Alessandro esteve na Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos para denunciar os boatos divulgados nas redes sociais sobre a sua vida pessoal. 

Na oportunidade, a nossa reportagem entrevistou o advogado do meia argentino, Mateus Marques, que explicou um pouco mais sobre o caso e como será conduzida a investigação. 

“Nós apuramos os fatos e condicionamos eles a determinados crimes contra a honra do atleta e da sua família. Fizemos um apanhado, uma pequena juntada de documentos e levamos ao conhecimento da delegacia de crimes informáticos do DEIC. Após o depoimento sigiloso do jogador, eles instauraram um inquérito policial. A partir de agora eles vão começar a investigar se essas pessoas realmente existem, se os boatos são ofensivos ao D'Alessandro e a sua família. A partir daí deve se começar a se instaurar processos criminais e judiciais contra essas pessoas. Os citados devem ser convidados a comparecer na delegacia para depor e, após, o delegado vai entender se deve ou não encaminhar isso para a justiça para promover ação penal".

Após alguns dias de investigação, alguns torcedores do Grêmio já foram intimados a depor. Porém, apuramos, com exclusividade, nesta quinta-feira pela noite, que o conselheiro do Inter, Eduardo Fritsch de Moraes, foi um dos chamados para prestar esclarecimento sobre os fatos. Ele deve comparecer a Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos na próxima terça-feira, dia 26. 

Entenda o caso:

Após o vídeo do carrinho de Camilo em D’Ale, antes da partida contra a Chapecoense, que tirou o meia das últimas partidas, áudios foram espalhados nas redes sociais informando uma má relação do jogador com o Camilo. Eles também citavam a esposa do ídolo argentino.


Foto: Divulgação 
Conselheiro do Inter é chamado para depor no caso D’Alessandro Conselheiro do Inter é chamado para depor no caso D’Alessandro Reviewed by Revista on junho 21, 2018 Rating: 5
Comentários
0 Comentários