Publicidade!

Amanda: A gourmetização do futebol

Foto: Divulgação / Seleção Brasileira 

Certamente tu já leu que "o brasileiro perdeu o gosto pela copa". Eu sinto isso na pele, e tu? Sente o mesmo gostinho de ver a copa tanto quanto nos anos anteriores? Tanto quanto quando era Cafu, Romário, Edmundo? 

Não digo que se perdeu a 'graça', a gente vibra, se emociona, torce e sofre com aquele gol perdido ou pênalti não marcado. Mas não com a mesma intensidade, não com a mesma emoção. 

Antes, se dava a vida em campo, RAÇA era a palavra. E hoje? Pouco disso se vê. Muito empenho de uns e raro empenho de outros. Atualmente, mais vê tatuagem, cortes de cabelos diferentes, selfies no instagram de viagens e comemorações, do que treino e bom futebol.

E o tal futebol moderno? Sem poder levar a cerveja pro estádio, com torcidas organizadas suspensas, sem sinalizador, sem bagunça. Sem EMOÇÃO. Sem o nosso jeito de torcer. Sem a Barra Brava.
Amanda: A gourmetização do futebol Amanda: A gourmetização do futebol Reviewed by Revista on junho 28, 2018 Rating: 5
Comentários
0 Comentários